segunda-feira, 27 de julho de 2009

Quem nunca teve que lidar com uma pessoa dominadora ou um chefe autoritário que pensava que podia solicitar seus serviços 24 horas por dia? Ou ainda com aquele colega invejoso que cobiçava tudo o que você conseguia; e um vizinho fofoqueiro que prestava atenção em todos os seus passos?
Segundo o autor do livro, as "pessoas tóxicas" potencializam nossos defeitos e nos enchem de cargas negativas. Elas sabem tudo o que acontece na vida alheia, mas se esquecem de ver o que está dentro delas. No livro, Bernardo Stamateas descreve todos os tipos de "personalidades tóxicas" (o joga culpa, o invejoso, o desqualificador, o falso, o agressor verbal, o medíocre, o psicopata, o fofoqueiro, o neurótico, o orgulhoso, o manipulador, o queixoso, o chefe autoritário) com que convivemos e nos mostra como podemos nos distanciar, usando o poder das palavras para livrar-nos delas e assumirmos o controle de nossa vida. Quanto mais protegidos das pessoas tóxicas, mais felizes seremos
O livro parece mais um clichê, mas na verdade ele nos faz uma grande alerta, pois todos nós conhecemos ou já convivemos com algum tipo de pessoa como essas, que o autor exemplificou.

** Essa é a minha dica de leitura pra semana.

9 comentários:

Valéria Martins disse...

Querida, na minha opinião o combustível dessa "gente tóxica" é o que chamamos inveja... Concorda?

Beijos, querida Lisa

Mônica disse...

Uma das minhas amigas me contou que está com um problema semelhante.
E diz que tem sido dificil conviver com esta situação. Será que este livro dá alguma solução?
Com carinho Monica

Lisa Nunes disse...

Valéria,
O invejoso é o 2ºda lista, sugerido pelo autor.

Mônica,
Te mandei um resumo do livro por email,pra tu passar pra tua amiga.

beijim pras 2

mar e ilha disse...

Conheço pessoas assim e estava comentando sobre esse assunto. Vou tentar ler esse livro. Fiquei interessada.

Aninha Leme disse...

tive um rolo com um rapaz que era de certo um sociopata.
sujeito sem valor e totalmente tóxico.
se sentiu injustiçado quando eu assim o qualifiquei.
coitado.
tenho pena de gente assim.

beijos

Anônimo disse...

Oi amiga!

Uma ótima dica, quem nunca conviveu com pessoas assim.
Na verdade, to aproveitando pra te deixar um grande beijo e dizer que adoro mto seu blog!
Bsjbjsbjsbjsjbsjb

Cintia

Luz disse...

Lisa ,

Chamo essa gente tóxica de vampiras.
Parece que nos sugam até a última gota.
Fiquei curiosa.
Adoro suas dicas!!!
Beijinhos e ótima semana amiga!

Elisa no blog disse...

Infelizmente gente tóxica existe. Aqui no Japão também. Esse livro é importante para as pessoas se darem conta do problema. Uma das coisas que mais sinto falta é de poder comprar livros em português aqui.

Achei bom que vc tenha conhecido o Gán-damu através do meu blog. É uma coisa meio bobinha, mas postei porque muita gente leva muito a sério aqui no Japão.
Elisa

bacouca disse...

Lisa,
E boa dica pois é fugir dos "Tóxicos"!!!
Um beijinho