quinta-feira, 6 de agosto de 2009

RESILIÊNCIA

RESILIÊNCIA É A ARTE DE TRANSFORMAR TODA ENERGIA DE UM PROBLEMA, EM UMA SOLUÇÃO CRIATIVA.

Você já ouviu falar de resiliência? Resiliência é a grande atitude que um ser humano, pode desenvolver cada vez mais para superar as adversidades. No mundo da Administração e dos Negócios a resiliência é um tema bastante abordado. Idalberto Chiavenato, em seu livro Introdução à Teoria Geral de Administração, direcionou o assunto para o mundo empresarial. O conceito apresentado por este autor diz que: “a resiliência consiste no equilíbrio entre a tensão e a habilidade de lutar, de atingir outro nível de consciência, que nos traz uma mudança de comportamento e a capacidade de lidar com os obstáculos da vida e do profissional.”
O termo resiliência é usado na física, significa a capacidade dos materiais de resistirem aos choques e voltarem ao seu estado normal. Trazendo esta idéia para a dinâmica humana, podemos perceber que esta é uma das grandes atitudes que um ser humano pode desenvolver.
Estudos e pesquisas surgem a cada dia abordando a resiliência, principalmente diante deste mundo altamente dinâmico e competitivo, como a capacidade de recuperação e de crescimento após sucessivos problemas, e esta pode, sim, ser desenvolvida pelo ser humano.
De acordo com uma pesquisa realizada no Brasil pela International Stress Management Association (Isma-Brasil), 83% das pessoas não são consideradas resilientes. Este número é preocupante porque quanto mais distante ficar o desenvolvimento da resiliência, menor será a qualidade de vida do indivíduo, que conseqüentemente pode desenvolver mais sintomas físicos como, dor de cabeça e fadiga muscular, e outros aspectos como, agressividade, passividade excessiva, ou algum tipo de dependência química. Está ligado ao avanço do distresse (estresse prejudicial à saúde).
Resiliência, significa a capacidade de adaptação às mudanças e saber passar pelas adversidades saindo fortalecido emocionalmente e capaz de criar positivamente. Não há sucesso, em qualquer área profissional, sem resiliência por que o individuo que souber criar resistência aos problemas diversos, aprendendo com os mesmos pela superação, estará evoluindo qualitativamente. É preciso, para ser resiliente, saber fazer escolhas. A maneira que cada pessoa enxerga o que acontece consigo é o que faz a diferença. O individuo que, diante dos problemas e desafios da vida, tem fé, força, coragem e determinação, desenvolve maior resiliência e aprende com os acontecidos, já aquele que desanima, desacredita, retrai, terá menor resistência ao “choque”, assim fica mais difícil aprender e evoluir com as situações diversas que surgem.

Abaixo algumas dicas de como se tornar um resiliente:
• Mentalizar seu projeto de vida, mesmo que não possa ser colocado em prática imediatamente.
• Aprender e adotar métodos práticos de relaxamento e meditação .
• Praticar esporte para aumentar o ânimo e a disposição. Os exercícios aumentam endorfinas e testosterona que, conseqüentemente, proporcionam sensação de bem-estar
• Procurar manter o lar em harmonia, pois este é o "ponto de apoio para recuperar-se"
• Transformar-se em um otimista incurável, visualizando sempre um futuro bom.
• Assumir riscos e ser mais audacioso.
• Apurar o senso de humor e desarmar os pessimistas)
• Separar bem quem você é e o que faz .
• Usar a criatividade para quebrar a rotina .
• Examinar e sobre a sua relação com o dinheiro .
• Permitir-se sentir dor, recuar e, às vezes, enfraquecer para em seguida retornar ao estado original .

E como vai a sua resiliência?

6 comentários:

Mônica disse...

Lisa
gostei porque é um resumo bem resumido do livro Segredo.
E a gente precisa usar a nossa força interiuor sempre junto com oraçoes
Com carinho
Adoro todos os seus comentários. se não ficasse enfadonho iria agradecer e completa-los a todos os momentos mas ficarei só neste
Até amanha
Monica

Luz disse...

Lisa

Conheci a palavra resiliência há cerca de 3 anos.
Descobri desde então que eu e meu filho somos resilientes.
E é sempre bom trabalhar essas atitudes.
Beijinhos

R.Vinicius disse...

Lizzie, eu conhecia o termo apenas na física, nunca havia ouvido falar no termo para a administração. É bom, pois amplio de alguma forma o conhecimento e posso conhecer através dele outros rumos, e um traço a seu respeito. O que me agrada, uma vez que pretendo ser seu amigo. Abraço.

Elisa no blog disse...

Lisa,

Aqui tem pouca coisa em português, então acabo lendo muita coisa em inglês. conheci a palavra "resilience" acho, em inglês. Acho que aparece sempre na revista Time.
Não leio sempre, mas leio Time há anos.

Haja resiliência para se viver fora do Brasil. Ainda mais num país como o Japão onde o nível de exigência é altíssimo.

Eu fico mostrando as coisas bonitas desse país. Mas é porque são raras.

beijos,
Elisa

bacouca disse...

Lisa,
A minha, e não sou eu que o digo, vai muito bem. E pode crer que uso todos os conselhos que deu. Contudo também julgo que uma infância e uma juventude, muito felizes nos dão muito boas bases. Pelo menos quando olho para trás digo: se voltasse atrás fazia o mesmo! Fui e sou feliz porque quero, porque aproveitei e aproveito tudo de bom ou de menos bom que me tem surgindo sempre olhando o lado positivo. Que o Senhor me ajude a continuar assim!
Um beijinho

Aninha Leme disse...

Minha resiliencia vem melhorando, graças a Deus e a muito esforço diário. É um trabalho praticamente mental que depois invade nosso coração e começa a ser processado automaticamente.
Mas enquanto isso não acontece tão automaticamente, vamos treinando, né? Perseverar sempre.

beijos