terça-feira, 31 de março de 2009

Moradores da favela do Rio viram fotógrafos e lançam livro

'Viva favela' reúne 50 fotos do cotidiano de diferentes favelas.As fotografias foram expostas em galerias de Nova York.
Ao longo de oito anos, sete moradores de favelas do Rio, Niterói, na Região Metropolitana e da Baixada Fluminense, clicaram mais de 50 mil fotos das comunidades carentes em que vivem e que frequentam. O resultado do trabalho desses correspondentes comunitários, gente que foi capacitado pela ONG Viva Rio para atuar como fotógrafos e jornalistas, é o livro “Viva Favela”.
As imagens fizeram sucesso nos Estados Unidos e encantaram o professor Peter Lucas, membro da New York University e da The New School University, que fez um texto para o livro. Em 2005, o Viva Favela ganhou o prestigiado prêmio de estímulo à fotografia documental concendido pelo Open Society Institute, em Nova York, numa competição acirrada entre projetos de fotografia documental acerca dos direitos humanos originários de diversas partes do mundo. O projeto tem como objetivo, mostrar um olhar não estereotipado da vida nas comunidades cariocas, tansformando as circunstâncias pobres e violentas da favela, num ambiente que dê gosto de frequentar. Eles mostram que, além dos nobres princípios que embalam um bom trabalho fotográfico, existe o sentimento indispensável de amor e prazer pela vida de quem vive nas favelas. Fonte http://g1.globo.com/

Um comentário:

mar e ilha disse...

Que bacana este projeto para mostrar que não é só bandido que mora na favela. Infelizmente tem muita gente que pensa isso.