segunda-feira, 8 de março de 2010

Uma canção para Mulheres - Lya Luft

"Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos braços sem fazer perguntas demais. Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta. Que o outro aceite que me preocupo com ele e não se irrite com minha solicitude, e se ela for excessiva saiba me dizer isso com delicadeza ou bom humor. Que o outro perceba minha fragilidade e não ria de mim, nem se aproveite disso.Que se eu faço uma bobagem o outro goste um pouco mais de mim, porque também preciso poder fazer tolices tantas vezes. Que se estou apenas cansada o outro não pense logo que estou nervosa, ou doente, ou agressiva, nem diga que reclamo demais.Que o outro sinta quanto me dói a idéia da perda, e ouse ficar comigo um pouco - em lugar de voltar logo à sua vida. Que se estou numa fase ruim o outro seja meu cúmplice, mas sem fazer alarde nem dizendo ''Olha que estou tendo muita paciência com você!''Que quando sem querer eu digo uma coisa bem inadequada diante de mais pessoas, o outro não me exponha nem me ridicularize. Que se eventualmente perco a paciência, perco a graça e perco a compostura, o outro ainda assim me ache linda e me admire. Que o outro não me considere sempre disponível, sempre necessariamente compreensiva, mas me aceite quando não estou podendo ser nada disso. Que, finalmente, o outro entenda que mesmo se às vezes me esforço, não sou, nem devo ser, a mulher-maravilha, mas apenas uma pessoa: vulnerável e forte, incapaz e gloriosa, assustada e audaciosa uma mulher."

15 comentários:

Anônimo disse...

"O céu recusou o gênio às mulheres, para que toda chama pudesse encontrar-se nos seus corações." (Antoine Rivarol)
Parabéns pelo seu dia e pelo belo texto.
Abraço
J.Paulo

bacouca disse...

Lisa,
Minha querida que lindo texto e tão verdadeiro!
Muito gosto eu de vir aqui. Fico conforto, sinceridade.
Bem haja!
Um beijo

Graça disse...

Parabéns, minha querida amiga, pelo nosso dia e pelos outros restantes que ainda virão...

Esse texto da Lya é maravilhoso, vc foi muito feliz na sua escolha!

bjs, bjs, bjs

saudade, saudade, saudade

Mônica disse...

Há pucos dias atrás li um outro livro desta escritora e adorei Perdas e ganhos.
Era da Andrea e dei para Ivani. Disse que gostei do jeito que ela fala sobre relacionamentos.
E sobre filhos também.
Não sei se Ivani vai ter tempo de ler.
Mas dei assim mesmo!
Com carinho Monica
Voe já leu?

Silviaáh B. Ѽ disse...

Oiiii...vi o seu blog..e gostei muito...Estou te seguindo.
bjs =)

Valéria Martins disse...

Eu amo a Lya Luft!

Nicole Louise disse...

Um texto de muito sensibilidade - que você obviamente possui e compartilha ao postar este texto no seu blog. Muito bacana! :)

Mônica disse...

Este é de arepiar!
Com carinho Monica

bacouca disse...

Lisa,
Tenho saudades suas menina!
Um beijinho grande

Graça disse...

Feliz Páscoa, menina linda!

Milhões de beijossssssssss

Mônica disse...

Lisa
Que saudades!
Tem feito muitas coisas?
com carinho Monica

Mônica disse...

Estou com saudades de saber noticia de Porto legre e do que se passa por aí.
E voce que me dá.
cade?
com carinho Monica

Julio Cesar disse...

Oi Lisa...

...palavras que dizem tudo o que homens como eu desejam ser. Espero ter esse sucesso em minha vida.

bjs (com muito carinho)

Julio

Cris Tarcia disse...

Adoro Lya Luft, ela escreve com a alma, transmite bem suas ideias

beijos

Graça disse...

Oi, minha querida amiga!!!

Qunta saudade de vc!

estou aqui, na minha cidade, no meu estado, tentando enviar aquelas bênçãos e boas energias, para dizer que espero que TUUUUUUUDO esteja bem, amiga, e se não estiver, que tb não se aflija, pois Deus é Pai e nossa fé tem que ser grande. Ele irá recompensar, pois é fiel.

Bjsss
Envie-me e-mail, dê notícias.